Do esboço à construção: CYPE consolida a sua solução BIM

DESTACADO:

A maior precisão e informação incorporada nos modelos digitais fazem com que qualquer projetista possa utilizar as soluções da empresa para trabalhar e integrar-se num projeto BIM

O software CYPE implementa novos regulamentos de países como o Reino Unido, Índia, EUA, Espanha, Brasil, Portugal, México ou Polónia, para consolidar o seu crescimento internacional

A CYPE lançou a nova versão 2023 na qual melhorou os modelos BIM gerados, uma vez que são agora mais precisos e podem incorporar mais informação. A empresa também consolidou a sua solução global para que qualquer projetista do setor da construção, independentemente da sua especialidade, possa intervir num projeto Open BIM desde a fase de esboço até à fase de construção.

Nesta versão a CYPE fez um grande esforço para melhorar as soluções de arquitetura, especialmente o software de conceção e modelação 3D, CYPE Architecture, uma aplicação gratuita baseada na dualidade “Esboço-Arquitetura” que permite ao arquiteto “pensar o edifício” nas fases iniciais da conceção, partindo de um esboço com o qual realiza estudos volumétricos, ergonómicos e de ocupação, para depois incluir os elementos construtivos e gerar um modelo BIM mais detalhado.

É nesta linha que se baseiam as últimas melhorias introduzidas no CYPE Architecture que, a partir da versão 2023, gerará modelos BIM mais precisos, acrescentando-lhes mais informação e facilitando, ao mesmo tempo, a sua compatibilidade e leitura com outros programas. Estas melhorias tornam o trabalho colaborativo dos diferentes projetistas, que trabalham no fluxo BIM, mais produtivo e completo. 

Deste modo, o CYPE Architecture dá mais um passo e aumenta as suas opções de exportação de dados e interligação com outras ferramentas Open BIM para realizar, por exemplo, a simulação energética e cálculos de AVAC, medições e orçamentos, a extração de peças desenhadas e documentação gráfica ou a geração de memórias. Nesta versão também se destacam as melhorias introduzidas na exportação de elementos estruturais e a sua ligação com programas de conceção e cálculo de estruturas como o CYPECAD e o CYPE 3D.

Tudo isto acompanhado de uma optimização da visualização dos modelos BIM, graças a uma maior capacidade de trabalhar com texturas, cores e dados, opções que melhoram a interpretação e compreensão do projeto e favorecem a procura das melhores soluções construtivas.

Além disso, para melhorar ainda mais a visualização, o CYPE torna agora possível exportar qualquer modelo 3D gerado para o formato de renderização FBX para simulação fotorrealista de ambientes, materiais, luzes e objetos de um projeto.

Bases de dados técnicos

“O nível de detalhe das bases de dados CYPE tem um desempenho excecional.”

Carlos Fernández, diretor técnico da CYPE

A versão 2023 do CYPE vem acompanhada de grandes avanços quando se trabalha com dados técnicos. Assim, os projetistas têm mais opções ao efetuarem os seus cálculos no fluxo de trabalho Open BIM proposto na plataforma BIMserver.center, o que reforça o posicionamento das aplicações CYPE para trabalhar com modelos e dados de uma forma integrada e coordenada.

Um exemplo deste progresso pode ser visto na aplicação Open BIM Construction Systems que já pode partilhar no projeto os dados técnicos completos das soluções construtivas introduzidas na obra. A informação sobre estas soluções construtivas pode ser visualizada na vista 3D das aplicações de simulação térmica e de simulação acústica.

Esta informação técnica pode ampliar-se num projeto com a utilização dos Open BIM Systems disponível no BIMserver.center. Estes programas de fabricantes permitem realizar modelos e cálculos com as soluções reais das empresas, gerar modelos precisos de mais de 30 fabricantes e incorporá-los em formato digital dentro de um projeto BIM. Sobre este ponto, Carlos Fernández, diretor técnico da CYPE, considera que “o nível de detalhe das bases de dados CYPE tem um desempenho excecional”.

Para todas as especialidades de construção

A nova versão consolida o trabalho realizado pela empresa para oferecer aos profissionais do sector da construção uma solução global graças à qual os projetistas podem realizar um projeto completo com as próprias ferramentas da CYPE. “Não deixamos nenhum projetista para trás”, sublinha o diretor técnico da empresa, que explica que o último ano serviu para consolidar a oferta de aplicações CYPE que cobrem as fases de conceção (conceptualização, planeamento, conceção arquitetónica, estrutural e de MEP, análise de coordenação), execução (peças desenhadas, fabrico, aprovisionamento) e operação (gestão de ativos e manutenção, resíduos). 

Na fase de construção, por exemplo, o Open BIM Sampling é a aplicação desenvolvida para a geração de lotes e amostragens que permitem o controlo da execução da obra. Nesta última versão, incorporou-se a geração de lotes de betão para o planeamento do controlo de qualidade de uma obra e a possibilidade de incluir no IFC a superfície do revestimento de muros e paredes.

Todo este trabalho é complementar à visão global e internacional da empresa, o que permite que o software BIM da CYPE seja utilizado em 180 países dos cinco continentes. Esta internacionalização é possível graças à incorporação de normas nacionais e internacionais no software, o que facilita o trabalho dos utilizadores de diferentes zonas geográficas. Entre as normas implementadas, durante o último ano, encontram-se:  

  • Ligações para estruturas de aço
    • NTC-DCEA 2020 (México)
    • PN-EN 1993-1-8:2006/NA:2011 (Polónia)
  • Estruturas de aço enformado
    • BS 5950-5:1998 (Reino Unido)
    • PN-EN 1993-1-3:2008/NA:2010 (Polónia)
  • Estruturas de betão e de aço laminado e composto
    • Código Estructural (Espanha)
  • Estruturas mistas de betão e aço
    • Código Estructural (Espanha)
  • Estruturas de aço laminado e composto
    • ANSI/AISC 360-16 (LRFD)
    • ABNT NBR 8800:2008 (Brasil)
    • BS 5950-1 (Reino Unido)
    • IS 800: 2007 (Índia)
    • Código Estructural (Espanha)
    • NTC-DCEA 2020 (Cidade do México)
    • PN-EN 1993-1-1:2006/NA:2010 (Polónia)
  • Ações em estruturas. Vento
    • NSE-18 – Actualización 2020 (Guatemala)
    • IS:875 (Part 3) -2015 (Índia)
    • Listado de justificación de la acción del viento para el CTE DB SE-AE (Espanha)
  • Ações em estruturas. Sismo
    • NSE-18 – Actualización 2020 (Guatemala)
    • NTC-20 (Cidade de México)
    • Norma 2015 IBC (USA)
  • Certificação energética de edifícios e estudo luminotécnico
    • SCE (Decreto-Lei n.º 101-D/2020) (Portugal)
  • Segurança em caso de incêndio. Cálculo hidráulico da instalação
    • NFPA 13 (USA – Internacional)
    • NFPA 14 (USA – Internacional)

Atualizações e melhorias contínuas do software

As versões CYPE representam a consolidação do trabalho realizado ao longo do ano e é o momento em que a empresa lança as bases para todo o desenvolvimento tecnológico que irá realizar durante o período seguinte. Como explica Carlos Fernández, a empresa lança diferentes actualizações ao longo do ano, onde incorpora e implementa melhorias contínuas que vão desde o desenvolvimento de novos programas até à implementação de regulamentos, bem como a instalação de melhorias no funcionamento, segurança e desempenho de todas as suas soluções.

No último ano, a CYPE realizou um total de oito actualizações, que envolveram a implementação de mais de 500 melhorias nas diferentes aplicações. “A nossa tendência, que começou há anos atrás, é fazer actualizações cada vez mais completas e aproveitar o lançamento da versão para lançar as bases de toda a programação para o ano seguinte”, explica o diretor técnico da empresa.

Últimas notícias

A maior precisão e informação incorporada nos modelos digitais fazem com que qualquer projetista possa utilizar as soluções da empresa para trabalhar e integrar-se num projeto BIM

Noticias relacionadas