Partilhar

Seleção de situações de projeto para a verificação de tensões admissíveis

O Eurocódigo 7 propõe três possíveis abordagens de projeto para realizar a verificação dos estados limite relacionados com o terreno. A diferença entre as distintas abordagens de projeto são os coeficientes de segurança parciais que se devem aplicar às ações, os parâmetros do solo e as resistências. A abordagem a utilizar no projeto vem estabelecida no anexo nacional de cada país.

Para poder ter em conta esta circunstância, na versão 2023.c, foi acrescentada a possibilidade de selecionar uma ou duas situações de projeto (“A1 – Conjunto B” e/ou “A2 – Conjunto C”). Assim, será possível realizar a verificação de tensões admissíveis e deslizamento em sapatas, lajes de fundação e vigas de fundação, tal e qual como indica o Eurocódigo 7 e os seus anexos nacionais. Esta seleção é feita em Obra > Dados gerais > Elementos de fundação com vinculação exterior.