Software Pirata

Argumentos para a utilização de software “pirata”

O principal argumento apresentado pelos utilizadores de qualquer tipo de software para a utilização de programas “piratas” é essencialmente o seu custo, que é muito inferior ao que custaria comprar legalmente. Outras razões apresentadas são: a possibilidade de aprender a utilizar, sem ter de comprar, e saber antecipadamente se o programa irá corresponder às suas expectativas, antes de efetuar a compra legal.

Desvantagens da utilização de software "pirata"

Ausência de suporte técnico

Deixando de lado considerações moralistas sobre a utilização de software “pirata” – que cada pessoa terá de avaliar em maior ou menor grau – existem também desvantagens objetivas. O utilizador “pirata” não tem acesso ao suporte personalizado, de um perito, para o ajudar a conhecer e a utilizar o programa e para resolver quaisquer problemas que possam surgir.

O rendimento dos softwares aumenta substancialmente com o suporte técnico, como aquele que a CYPE fornece gratuitamente aos seus utilizadores legais. Portanto, avaliar com uma versão pirata e concluir se um dos nossos programas satisfaz ou não as necessidades que deseja satisfazer – sem contemplar o fator suporte técnico – pode levar a uma decisão errada.

Fiabilidade do software pirateado

As pessoas que conseguem desproteger um software para pirateá-lo (crackers) terão de modificar o código do programa para que, durante o seu funcionamento, as medidas de segurança, que impossibilitam o acesso de utilizadores não legais, sejam contornadas ou ignoradas. Esta desproteção é conseguida oferecendo um ficheiro executável chamado “crack”.

Não há garantias de que o software pirateado funcione corretamente. A modificação do código pode causar “bugs” no programa e, nesse caso, o trabalho que foi feito será irremediavelmente perdido. Pode ser pior: quando o código é alterado, é possível que sejam eliminados processos de teste que produziriam resultados incorretos, o que poderá passar despercebido pelo profissional que utiliza o “crack”.

Possibilidade de propagação de vírus

A distribuição de um “crack” também pode ter como objetivo a propagação de vírus informáticos. É, portanto, possível que a instalação de software “pirateado” possa resultar na propagação de vírus, ao computador, e que danifique toda a informação nele contida.

Soluções que oferece a CYPE

Versão completa de livre acesso (Versão de avaliação)

A CYPE dispõe de uma Versão de avaliação que permite utilizar livremente todo o software CYPE durante 10 dias, não necessariamente consecutivos, durante os quais pode avaliar todas as opções do seu software.

Versões especiais gratuitas ou a preços reduzidos

A CYPE prepara versões para estudantes gratuitas e versões limitadas, de muitos dos seus programas a preços muito acessíveis, reduzindo o custo para aqueles que desejam comprar o nosso software.

Descontos significativos na compra de licenças adicionais

A aquisição de mais do que uma licença legal para o mesmo programa implica uma despesa considerável. Por este motivo, a CYPE  oferece, para o mesmo titular, reduções no preço das licenças posteriores à primeira, que podem atingir, dependendo da escala de descontos, até 50%.