Índice

Implementação de normas e melhorias na sua aplicação

Estruturas de betão armado

Ações em estruturas. Vento

Instalações para edifícios

“Reglamento de Instalaciones Domiciliarias de Agua Potable y Alcantarillado (RIDDA)”.

Implementado no CYPEPLUMBING Water Systems e CYPEPLUMBING Sanitary Systems.

CYPE Architecture

Em versões anteriores, a edição dos elementos dos separadores “Arquitectura” e “Mobiliário” não se podia realizar em conjunto. Isto é, não se podiam editar (mover, copiar, rodar, etc.) ao mesmo tempo elementos dos dois separadores, o que tornava a edição mais trabalhosa.

Foi agora unificado o grupo “Edição” dos separadores “Arquitectura” e “Mobiliário”, e é possível editar conjuntamente elementos de ambos os separadores, facilitando assim o trabalho.

A partir da secção “Grupos” é possível aceder à tabela de grupos na qual se encontra uma listagem dos grupos existentes na obra com os exemplares de cada tipo de grupo e os elementos que se encontram dentro de cada um dos exemplares.

  • Exportação de máscaras DXF/DWG inseridas pelo utilizador
    Se o utilizador inseriu máscaras DXF/DWG para auxiliar na modelação da obra, essas máscaras serão exportadas e armazenadas no BIMserver.center e serão transportadas juntamente com o modelo 3D para poderem ser carregadas nos restantes programas.

  • Exportação de grupos de elementos arquitetónicos e mobiliário para IFC
    Os grupos dos elementos arquitetónicos e mobiliário, definidos através da ferramenta “Grupos” são exportados para o formato IFC através da entidade “IfcGroup”. Estes grupos podem ser lidos por outras aplicações Open BIM como o Open BIM Quantities.

  • Interação com o Open BIM Layout
    • Atualização das etiquetas
      As etiquetas são atualizadas no Open BIM Layout quando o utilizador deste programa atualizar os dados do projeto BIM. Isto é, qualquer alteração realizada no CYPE Architecture que afete as etiquetas e que tenha sido exportada para o projeto BIM, levará a atualização das etiquetas no Open BIM Layout quando se atualizar o projeto.

Em versões anteriores do programa, as superfícies de esboço e as linhas que formavam o perímetro dessa superfície podiam pertencer a uma layer. No entanto, as linhas de esboço que não formavam uma superfície não podiam ser atribuídas a uma layer, o que dificultava a modelação e gestão dos elementos do esboço.

A partir da versão 2023.c qualquer das linhas de esboço, pertençam ou não a uma superfície, estarão associadas a uma layer.

As ferramentas dos comandos “Vigas” e “Pilares” contam com um novo modo de introdução: “Por linha de esboço”. Este modo de introdução permite selecionar as linhas de esboço para introduzir estes elementos. No caso dos pilares apenas permite selecionar linhas de esboço completamente verticais.

Este modo de introdução pode ser utilizado para modelar estruturas de uma forma muito simples através das linhas de esboço, para depois as transformar nos elementos arquitetónicos pilares e vigas que poderão mais tarde serem utilizados para gerar o modelo estrutural de cálculo no CYPECAD.

  • Chuveiros à medida
    A funcionalidade Chuveiros permite agora introduzir chuveiros à medida, onde o utilizador seleciona as dimensões do chuveiro, a localização dos acessórios e da torneira. Este novo modo de introdução permite adaptar o chuveiro a qualquer espaço.

  • Novo mobiliário
    A biblioteca de elementos de mobiliário foi ampliada. Foram agora adicionados elementos de mobiliário exterior como equipamentos infantis e recintos desportivos.

    Entre os equipamentos infantis podemos encontrar baloiços, escorregas ou balanços. Foram ainda adicionados vários recintos desportivos, como recintos de atletismo, de ténis, padel, futebol, voleibol ou basquetebol.

Open BIM Construction Systems

Foi modificada a secção “Isolamento térmico” dos dados técnicos associados às soluções construtivas de fachadas cortina. Agora, é equivalente ao dos vãos envidraçados e possui os seguintes parâmetros:

  • Envidraçado
    • Transmitância térmica
    • Factor solar

  • Caixilharia
    • Fracção opaca da abertura
    • Transmitância térmica
    • Coeficiente de absorção

  • Dados adicionais

Desde a versão 2023.a, o Open BIM Construction Systems permite a exportação dos dados técnicos das soluções construtivas para as aplicações de cálculo térmico e acústico. Por esse motivo, estes novos parâmetros podem ser lidos e incorporados no modelo de cálculo dessas aplicações.

Open BIM Analytical Model

A partir da versão 2023.c, o Open BIM Analytical Model pode ler os modelos analíticos provenientes das contribuições do projeto do BIMserver.center. Desta forma, não é necessário voltar a definir um novo modelo analítico de raiz no Open BIM Analytical Model.

Ao utilizar a opção “Modelo analítico”, disponível no grupo “Gerar” da barra de ferramentas, pode-se selecionar um dos métodos de geração disponíveis, sempre que existam e tenham sido lidos os modelos analíticos do projeto do BIMserver.center:

  • Importar um modelo analítico do projeto
    Apresenta-se uma lista com os modelos analíticos provenientes das contribuições do projeto que tenham sido lidas na aplicação. Ao selecionar um deles serão importados os seus elementos para a obra atual. A referência do modelo é o nome da contribuição.

  • Gerar o modelo analítico a partir do modelo arquitetónico
    Apresenta as opções para o processo de geração automática do modelo analítico a partir de um modelo geométrico, tal como em versões anteriores. Este método deve ser utilizado no caso de não terem sido lidos modelos analíticos do projeto do BIMserver.center.

Foi adicionada a opção “Utilizar as arestas definidas no modelo IFC” no painel de configuração do processo de geração automática do modelo analítico. Ao ativá-la, em vez de detetar as arestas do modelo analítico a partir das superfícies analíticas geradas, utilizará as arestas definidas no modelo geométrico, se estiverem disponíveis. Para poder usar este método é necessário selecionar previamente a opção “Utilizar os contornos dos espaços definidos no modelo IFC”.

Atualmente as aplicações IFC Builder e CYPECAD MEP exportam as arestas do seu modelo geométrico no formato IFC. Graças a esta novidade, toda a informação analítica gerada por ambas as ferramentas pode ser lida no Open BIM Analytical Model.

CYPECAD

O programa proporciona uma nova listagem onde se mostram os deslocamentos em pilares, paredes e muros, assim como o deslocamento médio entre plantas, devido às ações sísmicas consideradas. Estes deslocamentos são verificados relativamente aos limites especificados pelo utilizador no menu “Obra” > “Opções gerais” > “Limitação dos deslocamentos entre plantas devidos à ação sísmica”.

O Eurocódigo 7 propõe três possíveis abordagens de projeto para realizar a verificação dos estados limite relacionados com o terreno. A diferença entre as distintas abordagens de projeto são os coeficientes de segurança parciais que se devem aplicar às ações, os parâmetros do solo e as resistências. A abordagem a utilizar no projeto vem estabelecida no anexo nacional de cada país.

Para poder ter em conta esta circunstância, na versão 2023.c, foi acrescentada a possibilidade de selecionar uma ou duas situações de projeto (“A1 – Conjunto B” e/ou “A2 – Conjunto C”). Assim, será possível realizar a verificação de tensões admissíveis e deslizamento em sapatas, lajes de fundação e vigas de fundação, tal e qual como indica o Eurocódigo 7 e os seus anexos nacionais. Esta seleção é feita em Obra > Dados gerais > Elementos de fundação com vinculação exterior.

Na versão anterior (2023.b) foi implementado no CYPECAD a opção “Cálculo da resistência ao esforço transverso” para otimizar a verificação e o dimensionamento da armadura transversal dos diferentes tipos de vigas. Essa otimização efetuava-se para todas as vigas do tipo que se selecionasse.

Agora, na versão 2023.c implementou-se a opção “Atribuir a resistência ao esforço transverso” (Menu Vigas), que permite ao utilizador atribuir em particular às vigas que pretender, de forma distinta à opção geral da obra.

Foi implementada a opção “Atribuir segundo filtro” (menu Lajes > Armadura base > botão “Atribuir segundo filtro”). Assim é possível atribuir a armadura base que se pretende às lajes resultantes com o filtro selecionado. O filtro pode ser aplicado sobre o grupo atual, sobre todos os grupos ou sobre uma seleção de grupos.

Foi implementada a opção “Vista em planta” na edição do quadro de pilares (separador “Resultados” < menu “Pilares/Paredes” > opção “Editar” > selecionar um pilar > separador “Edição sobre quadro de pilares” > opção “Vista em planta” do grupo de ferramentas “Opções”).

Esta opção é compatível com determinadas ferramentas (Igualar, Modificar, Dividir, Rearmar agrupamento…) e permite que a seleção de pilares se possa realizar numa vista em planta, em vez de ser sobre a tabela do quadro de pilares. Isto é útil para a utilização de ferramentas como “Igualar” em obras grandes, já que com este modo ativado se facilita a localização dos pilares.

A versão 2023.c do CYPECAD inclui as seguintes melhorias e correções do programa para determinados casos:

  • Listagem de intercâmbio de vigas
    Foi melhorada a “Listagem de intercâmbio de vigas” com a norma Código Estrutural. Alguns varões de reforço não eram cotados corretamente.

  • Exportação de armaduras de lajes fungiformes aligeiradas e maciças
    Foi melhorada a exportação das armaduras de lajes fungiforme aligeiradas e maciças para o StruBIM Rebar. Em certas situações, quando num agrupamento de armaduras existe uma alteração da direção no bordo da laje, podia acontecer que as armaduras fossem geradas fora desse bordo.

  • Edição de armaduras de pilares
    Agora é possível selecionar o diâmetro de um varão abrindo o menu desdobrável com a tecla Seta para baixo. Anteriormente era necessário premir com o rato.

  • Esforços de pilares
    Foi melhorado o painel de consulta de esforços nos arranques, os valores dos esforços transversos e momentos estavam trocados.

  • Grupos de flecha de pórticos
    Foi melhorada a edição dos grupos de flecha de pórticos. Em algumas situações não se modificavam corretamente.

  • Seleção de normas
    Foi melhorada a seleção de normas que aparece por defeito ao criar uma obra nova. A norma de aço laminado, desde a incorporação da norma de madeira, não se inicializava com a mesma da última obra criada.

  • Exportação para o projeto BIM dos dados que utiliza o programa Open BIM Quantities
    Foi melhorada a exportação para o projeto BIM de modo que o programa Open BIM Quantities possa identificar corretamente os elementos das estruturas 3D integradas.

  • Importação de muros de um projeto BIM
    Foi melhorada a importação de muros de um projeto BIM. Em certos casos, onde os muros se conectam parcialmente com pilares, algum tramo do muro não se importava.

  • Partilhar no projeto BIM
    Resolveu-se um erro que acontecia ao partilhar a informação do CYPECAD no projeto BIM (botão “BIMserver.center” > opção “Partilhar”) quando na obra existem paredes resistentes e está selecionada a opção “Interação da estrutura com os elementos construtivos”.

  • Exportação da medição e o orçamento
    Melhorou-se a exportação para o formato FIEBDC-3 (BC3) (menu “Arquivo” > “Exportar” > “Medições e orçamentos”). Agora não se inclui a informação necessária para a importação no Open BIM Quantities, esta só se inclui ao utilizar a opção “BIMserver.center > Partilhar”. Esta informação dificultava a identificação dos elementos quando se realiza uma importação do ficheiro BC3 em qualquer outro programa.

  • Cargas superficiais
    Foi melhorada a introdução de cargas superficiais. Anteriormente, com o fundo do ecrã a cinza ou branco, a visualização do contorno durante a introdução da primeira carga era correta (cor azul), mas nas seguintes cargas que se introduziam esta cor era a do preenchimento do contorno, e em alguns casos era difícil distinguir o contorno que se estava a introduzir.

  • Processo construtivo
    Foi melhorado o painel “Editar grupos – Processo construtivo”. A opção “Gravar como opções por defeito” do painel não funcionava corretamente.

  • Visualização de armaduras em 3D
    Foi melhorada a visualização de armaduras em 3D. Anteriormente não se visualizava corretamente a armadura de estribos do arranque de pilares com emendas a meia altura.

A partir da versão 2023.c, o CYPECAD deixa de incluir o separador “Segurança e saúde”. As características desta ferramenta do CYPECAD para elaborar os desenhos dos elementos de proteção coletiva, ficam largamente superadas com o Programa “Open BIM Health and safety”.

Open BIM Health and safety” pode descarregar-se a partir da plataforma BIMserver.center e está presente desde a versão 2019.a, os códigos que dão acesso à sua utilização, são os mesmos que davam acesso ao separador “Segurança e saúde” do CYPECAD.

Gerador de pórticos / Portal frame generator

A partir da versão 2023.c, o “Gerador de pórticos” passa a denominar-se “Portal frame generator”, em todos os seus idiomas de instalação.

Portal frame generator está incluído na versão geral dos programas da CYPE (disponível na área de descarga da Web da CYPE) e, a partir da versão 2023.c, também pode descarregar-se a partir da plataforma BIMserver.center, na qual está disponível a instalação em polaco.

Desta forma, na versão 2023.c do Portal frame generator e do CYPECAD foi implementado o “Anexo nacional da Polónia do Eurocódigo 1: Acções em estruturas. Parte 1-4: Acções gerais – Acções do vento”.

CYPE Connect

Na versão 2023.c foram implementadas opções para a gestão de agrupamentos de nós iguais. A um agrupamento de nós será atribuída a mesma ligação.

A ligação atribuída a um agrupamento de nós irá ler do projeto BIM os esforços das barras de todos os nós desse mesmo agrupamento. O filtro de combinações realizado a partir do “Gerar a partir do modelo BIM” faz-se a partir da soma das combinações de todos os nós.

As opções para gerir estes agrupamentos são:

  • Agrupar
    Permite agrupar nós iguais. Ao selecionar um nó realçam-se todos os que são iguais a cor amarelo.
  • Desagrupar
    Permite desagrupar nós previamente agrupados.
  • Agrupar automaticamente
    Agrupa automaticamente os nós que são iguais

Foram implementadas duas novas opções para calcular múltiplas ligações de forma simultânea e automática, pelo que já não é necessário aceder ao separador “Cálculo” de cada ligação e premir os botões “Tensão/deformação” ou “Rigidez rotacional” para realizar o cálculo. Estas opções são:

  • Calcular todas as ligações
    Através desta opção, o programa calculará todas as ligações
  • Calcular as ligações selecionadas
    Esta opção permite selecionar as ligações que o utilizador pretende calcular

StruBIM Embedded Walls / Contenção periférica

Os programas StruBIM Embedded Walls e Contenção periférica coexistiram desde que se implementou o StruBIM Embedded Walls. Ambos, tiveram praticamente as mesmas características, sendo que o StruBIM Embedded Walls está incluído no fluxo de trabalho Open BIM e permite definir o traçado em planta dos muros, e o Contenção periférica não.

Outra diferença no StruBIM Embedded Walls diz respeito ao facto de se descarregar a partir da plataforma BIMserver.center enquanto o Contenção periférica encontrava-se até à versão 2023.a no menu geral dos programas da CYPE (disponível na área de descarga da WEB da CYPE). Na versão 2023.b, o Contenção periférica eliminou-se do menu clássico, pelo que o StruBIM Embedded Walls é a ferramenta que a CYPE continua a desenvolver para dimensionar e verificar muros de contenção periférica, com as melhores características e as mesmas permissões de utilização que o outro programa.

Agora, na versão 2023.c, o StruBIM Embedded Walls permite ler obras de versões anteriores do Contenção periférica, assim os utilizadores que tiverem alguma obra já criada poderão editá-la com o StruBIM Embedded Walls.

StruBIM Rebar

Foi implementada a exportação das armaduras de reforço do projeto para o formato de intercâmbio BVBS. O painel de exportação para o BIMserver.center inclui duas opções:

  • BVBS (Completo)
    Gera um único ficheiro com todas as armaduras de reforço.

  • BVBS (Elementos)
    Gera um ficheiro para cada um dos elementos do projeto.

CYPELEC Distribution

CYPEPLUMBING Sanitary Systems

CYPESOUND

A partir da versão 2023.c, as seguintes aplicações de cálculo acústico descarregam-se a partir da “Store” do BIMserver.center  e deixam de estar presentes no menu geral dos programas do CYPE:

  • CYPESOUND
    Cálculo e verificação do isolamento a sons aéreos e de percussão, e do tempo de reverberação. Para utilização internacional e instala-se em catalão, espanhol, inglês, francês, italiano e português.

  • CYPESOUND NRA
    Aplicação da norma acústica francesa para edifícios residenciais, hotéis e centros educativos.

  • CYPESOUND DRAPDE
    Aplicação da norma acústica italiana relativa ao D.P.C.M. 5/12/1997.

Estas versões do CYPESOUND juntam-se ao CYPESOUND CTE (norma espanhola) e CYPESOUND RRAE (regulamento português) que já estavam disponíveis nesta plataforma.

CYPEHVAC Radiant Floor

Foram implementadas novas opções para realizar a medição dos grampos de fixação e das bandas perimetrais nas instalações do piso radiante e assim poder incluir no quadro de materiais gerado pelo programa.

  • Grampos
    No caso de ativar a opção “Grampos”, o utilizador pode definir o número de grampos por metro quadrado de tubagem.

  • Banda perimetral
    Se ativar a opção “Banda perimetral” o programa mede o perímetro de todos os compartimentos com circuito de piso radiante.

CYPETHERM EPlus / CYPETHERM Improvements

CYPETHERM SCE-HAB

Para o cálculo da transferência de calor por ventilação na estação de arrefecimento, a partir desta versão, o programa CYPETHERM SCE-HAB permite ao utilizador indicar que existe um by-pass no dispositivo de recuperação de calor do sistema de ventilação.

Arquimedes

A partir da versão 2023.c a seguinte versão do Arquimedes pode ser descarregada a partir da “Store” do BIMserver.center:

  • Arquimedes. Só visualizador
    Disponível em catalão, espanhol, francês e português.

Esta versão do Arquimedes (visualizador de bancos de preços, medições, orçamentos, autos e condições técnicas introduzidas com o Arquimedes) junta-se às restantes versões do Arquimedes já disponíveis nesta plataforma desde 16 de março de 2022.

Gerador de preços

A versão 2023.c dos Geradores de preços para países lusófonos (Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal) inclui atualizações de preços e produtos dos seguintes fabricantes:

  • AIRZONE
    Actualização de preços e ampliação da gama de produtos.

  • KNAUF
    Actualização de preços.

  • ONDULINE (só para Portugal)
    Actualização de preços.

  • POLYTHERM (só para Portugal)
    Actualização de preços e ampliação da gama de produtos.

  • TERMOCONCEPT (só para Portugal)
    Actualização de preços e ampliação da gama de produtos.

  • TOSHIBA
    Actualização de preços e ampliação da gama de produtos.

A versão 2023.c dos Geradores de preços para Angola, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, inclui novas instruções para o “Manual de utilização e manutenção” em unidades de “Obra nova” e “Reabilitação” correspondentes às secções:

  • FBA (Fachadas, divisões e protecções/Paredes divisórias de placas/De placas de argila)
  • FLO (Fachadas, divisões e protecções/Fachadas ligeiras/De placas de policarbonato)
  • RRA (Revestimentos/Paredes (placas e painéis)/De placas de argila)
  • RTK (Revestimentos/Tectos falsos em interiores/De placas de argila)

Open BIM Quantities

A opção “Mostrar elementos sem medição associada”, do grupo “Visualização” do separador “Medição do modelo BIM”, foi substituída por uma lista com três opções:

  • Mostrar todos os elementos
    Mostra na árvore todos os elementos do modelo BIM.
  • Mostrar elementos com medição
    Mostra na árvore apenas os elementos que tenham sido selecionados em pelo menos uma regra de medição que gere unidades de obra.
  • Mostrar elementos sem medição
    Mostra na árvore apenas os elementos que não tenham sido selecionados em pelo menos uma regra de medição que gere unidades de obra ou que apresentem avisos ou erros em alguma delas. 

Graças a esta melhoria da barra de ferramentas, simplifica-se a identificação dos elementos pendentes de incluir na medição.

A partir da versão 2023.c, o Open BIM Quantities apresenta quatro formas diferentes de visualizar a árvore de elementos do modelo BIM no separador “Medição do modelo BIM”. Até agora, os elementos podiam-se dispor em função da entidade IFC à qual pertencem (IfcWall, IfcSlab, IfcSpace, etc.), da estrutura espacial (IfcSite->IfcBuilding-> IfcBuildingStorey, etc.) ou da layer na qual se encontram. Nesta atualização, foi adicionado o botão “Grupos” ao conjunto de opções de “Visualização” da barra de ferramentas da aplicação. Clicando sobre ele a árvore organiza-se em função dos grupos definidos no modelo IFC (através da entidade “IfcGroup”). Os elementos de um grupo reúnem-se se num ramo da árvore ao qual é atribuído o nome do referido grupo.

Para poder visualizar os grupos em obras realizadas com versões anteriores do Open BIM Quantities é necessário atualizar o projeto do BIMserver.center vinculado.

No painel de “Selecção” de uma regra de medição foi adicionado o campo “Entidade” com duas opções: “Componente” e “Elemento da estrutura espacial”. Ao selecionar este último, é possível realizar um filtro com base nos parâmetros associados ao elemento da estrutura espacial que os componentes do modelo BIM contêm (por exemplo a tipologia do espaço onde se encontram). Deve-se indicar, neste campo, o elemento da estrutura espacial ao qual se faz referência de entre os disponibilizados pelo formato IFC:

  • Local (“IfcSite”)
  • Edifício (“IfcBuilding”)
  • Piso ou nível (“IfcBuildingStorey”)
  • Espaço (“IfcSpace”)

A opção “Componente” equivale ao funcionamento de versões anteriores, onde se seleciona um parâmetro do próprio elemento do modelo BIM.

O campo “Entidade” também foi adicionado à definição das variáveis da “Medição” (B, C e D) das “Unidades de obra” associadas a uma regra de medição. Desta forma, é agora possível utilizar as propriedades e quantidades dos elementos da estrutura espacial que os componentes selecionados contêm para definir o critério de medição.

Com a leitura das layers do modelo BIM na versão 2023.b e a leitura dos grupos de objetos do modelo BIM nesta versão, surgem dois novos atributos associados aos elementos do modelo BIM (layer e grupo). No entanto, até agora, o seu valor não podia ser utilizado para gerar o orçamento a partir das regras de medição. Por esta razão, foram ampliadas as opções da lista “Tipo” em parâmetro. Esta encontra-se no painel de “Selecção” de elementos do modelo; assim como, na definição das variáveis do comentário da “Linha de detalhe”, nas “Etiquetas” e na “Medição” (B, C e D) das “Unidades de obra”. Agora, para além de poder selecionar entre “Propriedades” e “Quantidades”, é possível selecionar o nome da “Layer” ou do “Grupo”.

Agora, a janela de edição dos conjuntos de regras de medição permite ao utilizador continuar a trabalhar com outras janelas da aplicação sem a fechar. Desta forma possibilita-se a análise do modelo BIM presente na aplicação enquanto se definem as regras de medição. 

Foi adicionado o botão “Aplicar” dentro da edição de um conjunto de regras de medição. Ao clicar sobre ele, as regras de medição serão aplicadas sobre o modelo presente no separador “Medição do modelo BIM”, sem necessidade de “Aceitar” as alterações.

Aplicações com o separador Orçamento

Na versão 2023.b foram incluídos os autos de medição no separador “Orçamento” das aplicações. Contudo, a única forma de lançar um auto de medição era indicando um valor para a quantidade executada em cada linha de detalhe. Isso pode ser um problema quando se necessita lançar autos por unidade de obra ou por capítulo completo.

Para melhorar este aspeto, na versão 2023.c foi adicionado o botão “Registar em autos” dentro da secção “Autos” de cada recurso (capítulo raiz do orçamento, capítulo, unidade de obra e linha de detalhe). Ao clicar sobre ele é apresentado um painel com as opções seguintes:

  • Realizar autos por percentagem de medição parcial
  • Realizar autos por quantidade de medição parcial
  • Realizar autos por importância parcial
  • Realizar autos por percentagem de medição acumulada
  • Realizar autos por quantidade de medição acumulada
  • Realizar autos por importância acumulada

Após aceitar a janela, o resultado do recurso propaga-se até ao valor da quantidade de auto associada às linhas de detalhe.

A partir da versão 2023.c, os autos de medição definidos no separador “Orçamento” das aplicações podem ser exportados para o projeto do BIMserver.center. Os autos de medição são gerados de acordo com o formato FIEBDC-3 (.bc3). Assim, cada auto de medição é gerado num ficheiro com a extensão “.bc3” diferente. O nome do ficheiro que inclui o auto (acumulado) possui o mesmo nome que o orçamento acrescentando-lhe o sufixo “#certificacionNNN”, onde NNN é o número do auto.

A partir da versão 2023.c, a informação gráfica e os documentos anexos associados aos recursos que constituem a medição e o orçamento podem ser exportados para o projeto do BIMserver.center. A vinculação destes documentos com os recursos é realizada no ficheiro normalizado FIEBDC-3 (.bc3) de acordo com a sua especificação. 

O Open BIM Quantities pode ler a informação gráfica e os documentos anexos dos orçamentos de um projeto do BIMserver.center provenientes do separador “Orçamento” das aplicações que o possuem. Estes podem ser adicionados ao orçamento do Open BIM Quantities através da opção “Orçamentos incluídos no projeto BIM” disponível na barra de ferramentas do separador “Medição do modelo BIM”.

Foi adicionado um novo botão nas linhas de medição da árvore do orçamento. Através deste botão os objetos BIM, associados à linha de medição, são enquadrados na vista 3D. Desta forma facilita-se a localização dos elementos no espaço.

Esta funcionalidade é equivalente à “Zoom ao elemento” do modelo BIM que se encontra disponível no separador “Medição do modelo BIM” do Open BIM Quantities a partir da versão 2023.a.

Foi melhorada a função “Filtro” disponível no grupo “Visualização” da barra de ferramentas. Em versões anteriores só ser permitido introduzir uma lista de etiquetas e o programa mostrava as linhas de detalhe de medição que as possuíssem todas. Agora é possível utilizar operadores lógicos (E/AND e Ou/OR), assim como estabelecer diferentes tipos de condições (é igual a, não é igual a, é maior que, contém, etc.).

A ferramenta “Filtro” também se encontra disponível na geração da documentação e na exportação para o formato normalizado FIEBDC-3 (.bc3).

Cypedoc. Manual de utilização e manutenção do edifício / Cypedoc. Ficha técnica da habitação

Desde o dia 2 de agosto de 2022 (versão 2023.b e posteriores), as seguintes versões nacionais (para Andorra, Espanha e Portugal) das aplicações destinadas à geração da documentação do manual de utilização e manutenção do edifício e da ficha técnica da habitação, podem ser descarregadas a partir da plataforma BIMserver.center.

  • Para Andorra:
    • Cypedoc. Llibre de l’edifici (Andorra)
  • Para Espanha:
    • Cypedoc. Manual de uso y mantenimiento del edificio
    • Cypedoc. Libro del edificio
  • Para Portugal:
    • Cypedoc. Manual de utilização e manutenção do edifício
    • Cypedoc. Ficha técnica da habitação

Lajes maciças

A partir da versão 2023.c dos programas da CYPE, deixa-se de atualizar a aplicação “Lajes maciças”. Esta aplicação estava incluída no pacote clássico dos programas da CYPE (disponível na área de descarga da nossa página WEB).

Os utilizadores que pretendem continuar a utilizar esta aplicação terão que fazê-lo instalando uma versão anterior à 2023.c. No entanto, recomendamos a utilização da última versão do CYPECAD. No CYPECAD, é possível calcular lajes maciças com qualquer tipo de apoio, com grande facilidade na introdução de dados e desde muitas versões anteriores. Além disso, as características que proporciona o CYPECAD para qualquer elemento estrutural excedem largamente as características que proporcionava a aplicação “Lajes maciças” (norma implementada, interação com outros elementos construtivos, verificação de resultados, listagens, desenhos, conectividade com outras aplicações através do fluxo de trabalho Open BIM, etc.).